InícioCalendárioMembrosGaleriaRegistrar-seConectar-seBuscarGruposFAQ

Compartilhe | 
 

 Casa da Elia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Selene Delacour

avatar

Mensagens : 333
Data de inscrição : 21/01/2015

MensagemAssunto: Casa da Elia   Ter Jul 28, 2015 12:06 am

 
Acompanahava a mulher em silêncio, nãopor falta de assunto, mas estava com tantas coisa na cabeça que não sabia por onde começar, havia acabado de conversar com o Lorde das Trevas e talvez o medo de estar na presença dele a deixava enjoada, mas quando a conversa começou e ele lhe contou o que pretendia sentiu um certo alivio, ficou ainda mais alivada ao ver o rosto conhecido de Elia e quando o homem pediu para que a morena a hospedasse, porém desde que aparataram ela não conseguia dizer nada. - E Hogwarts? Minha irmã? Como estão as coisas? -decidiu perguntar sem saber por onde começar.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elia Mcnair

avatar

Mensagens : 105
Data de inscrição : 02/08/2014

MensagemAssunto: Re: Casa da Elia   Ter Jul 28, 2015 12:01 pm



Elia Mcnair
Runas | Metamorphmagus | Pure Blood | Sarcasm & Irony
A vida muitas vezes fica bagunçada. Você precisa aprender que você não pode consertá-la sempre.


  Quando recebeu o chamado do Lorde das Trevas, atendeu-o sem hesitar. Ficou aliviada ao ver que sua cunhada estava bem, e nem pensou em contestar. Protegeria Selene e a manteria em sua casa. Claro, conhecendo a veela como ela conhecia, seria impossível caso ela negasse, já que nem Hogwarts a segurou, mas ela pareceu concordar, o que aliviou ainda mais a morena. Aparatou com ela em silêncio, ainda um tanto chocada com tudo que havia acontecido no último dia. Abriu a porta e deixou que ela entrasse, escutando então sua pergunta. Virou-se para ela enquanto tirava o casaco e pendurava próximo da porta, sinalizando para que ela fizesse o mesmo se quisesse. -Hogwarts entrou em alerta desde que você fugiu. As detenções para alunos fora da cama ou em lugares proibidos estão bem mais rigorosas que nunca. - foi indo em direção das escadas, até o segundo andar, onde uma série de quartos se encontrava. -Ashara está preocupada com você. Quero dar as notícias de que está segura assim que eu puder, mas ainda não tive oportunidade de vê-la. Mas fora a preocupação e saudade, ela está bem. - o seu quarto era o último do corredor, e também o maior. Entrou num logo ao lado, e deu espaço para Selene entrar também. -Já conhece a casa, então pode ficar a vontade. Este quarto é seu. Pode ficar o quanto quiser, inclusive depois que as coisas se ajeitarem. - foi até o armário e pegou algumas toalhas, colocando sobre a cama. -Sei que está cansada. O dia foi bem estressante. Mas tente tomar um banho, e relaxar. Deixarei algumas roupas minhas aqui enquanto você toma banho, já que não posso te garantir que suas malas chegam hoje de Hogwarts. Estarei te esperando na sala pra cuidar desses seus machucados. Se quiser conversar também, estarei lá. - sorriu e foi saindo do quarto, fechando a porta atrás de si. Desceu as escadas e foi até a sala, acendendo a lareira para que aquecesse o cômodo aos poucos. Voltou para o quarto e pegou um conjunto de calça e camiseta, junto de um par de meias. Colocou-os sobre a cama de Selene e foi para a cozinha. Não gostava de viver entre os elfos, de modo que fazia tudo sozinha. A limpeza era quase sempre feita com magia, menos quando se tratava dos livros de Elia, da qual ela cuidava com as próprias mãos. Na cozinha, preparou um chocolate para as duas, colocando uma dose preparada de licor ali. Quando voltou para a sala, manteve os copos quentes com magia e foi até o armário de poções em seu escritório. Havia um pequeno kit de emergência ali para cuidar de situações como aquela. Pegou um pano também e voltou para a sala, ficando jogada sobre a poltrona de frente para a lareira, sentindo a casa já quente. A casa de Elia, por ser revestida em madeira, estava quase sempre fria. O calor que o fogo acendia ali transformava tudo num clima confortável, do jeito que aquela mulher gostava que fosse.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Selene Delacour

avatar

Mensagens : 333
Data de inscrição : 21/01/2015

MensagemAssunto: Re: Casa da Elia   Ter Jul 28, 2015 9:33 pm

 
Assim como Elia ela retirou a capa e a pendurou, arqueando a sobrancelha com as palavras da mulher - Não sei porque tanto alvoroço pela minha partida... - comentou um pouco indignada tecnicamente ela dona do próprio nariz agora - E eu não fugi fugi... falei com Minerva que precisava partir, certo que ela não concordou, mas eu avisei. - deu de ombro, parando de falar para ouvir o que a bruxa tinha a dizer sobre a irmã - Também sinto saudades de minha irmã, mas não volto para aquela escola... - respirou fundo lembrando-se da irmã e de Chloe...balançou a cabeça para afastar aqueles pensamentos, já havia tomado a decisão. Acompanhou a morena em silêncio até chegar no quarto de hospedes - Obrigada, Elia. - agradeceu com sinceridade pela hospitalidade da bruxa. teve de concordar quando ela disse que estava cansada, mas a adrenalina que ainda correia em seu corpo ainda era tanta que duvidava que conseguiria dormir tão cedo e deu um breve sorriso quando ela disse que estaria esperando na sala.

Assim que a bruxa saiu, Selene desabou no choro, vinha tentando ser forte desde então, mas quando se viu sozinha naquela quarto chorou eram tantas coisas acontecendo e estava tão confusa em relação a tudo; Respirou fundo e se recompôs após alguns minutos indo tomar banho, porém por mais que a agua corresse por seu corpo sentia-se suja, principalmente ao se lembrar de Rahner beijando-a, ouviu a porta abrindo novamente e se manteve em silêncio enquanto esfregava o corpo com uma espoja até que a pele ficasse assada e ela se senti-se minimamente limpa e sã para tentar qualquer conversa.

-Desculpe pela demora... -pediu, enquanto ajeitava as roupas de Elia no próprio corpo, já que haviam ficado um pouco largas, mas sorriu ao ver a cunhada e que ela havia preparado leite quente para ambas, porém sentiu o estomago embrulhar. Sentou-se ao lado da mulher - Eu nem sei como lhe agradecer... - comentou olhando-a - Não só pelo que esta fazendo por mim, mas pelo que vem fazendo pela minha irmã nesses últimos meses. - pegou a mão dela e apertou de forma amigável, logo soltando antes que ela visse o estado quase em carne viva de seu braço.





Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elia Mcnair

avatar

Mensagens : 105
Data de inscrição : 02/08/2014

MensagemAssunto: Re: Casa da Elia   Qui Ago 06, 2015 2:10 am




Elia Mcnair
Runas | Metamorphmagus | Pure Blood | Sarcasm & Irony
A vida muitas vezes fica bagunçada. Você precisa aprender que você não pode consertá-la sempre.


  -Certo, certo. Avisou Minerva. Mas ninguém liga pra porra nenhuma que a Minerva fala. - disse num tom de puro humor antes de deixá-la no quarto. Quando a viu novamente, agora na sala, abriu um largo sorriso. Soltou uma leve risada pela fala dela. -Agradecer pelo que? Por te emprestar as roupas? Por deixar que ocupasse um quarto que ficaria vazio? Selene, não tem o que agradecer. Faço isso porque te quero bem, porque é a irmã da mulher que eu amo e que, por isso, é minha família também. - sua voz era suave. Apertou a mão dela de volta, mas o modo como ela se afastou lhe deixou incomodada. -Deve estar com dores, não? Venha. Vou cuidar disso. - disse pegando o frasco de poção que havia separado e derramado um pouco no lenço. Pegou a mão dela, que antes tinha apertado, e foi passando levemente num arranhado quase superficial. Contudo quando o fez, viu um ferimento realmente sério. - Selene... Devia ter me dito. Não tem do que se envergonhar, tampouco motivos para manter isso escondido. Tome isso. - estendeu uma poção de cura que ajudaria a fechar o ferimento mais rápido, já aberto para ela. - Vai melhorar logo, te prometo. - disse suavemente. Seu tom era realmente agradável. Sabia que por ter Ashara como sua namorada, teria Selene por perto. Não reclamava, até gostava. A garota, apesar de encrenqueira, era de bom coração. Lembrava por vezes a si mesma na idade dela, arranjando confusão o tempo inteiro. Claro que pra veela tudo era mais complicado, e ela receberia toda ajuda que Elia pudesse dar. Com isso, cuidou dos ferimentos dela, um por um, até que tivesse certeza que ela ficaria bem. Deixou os frascos vazios e o pano sobre a mesa de centro, e pegou o chocolate de Selene, colocando na mão dela. -Vai te fazer bem. - aconselhou, lembrando-se que ali havia uma boa dose de licor. Sentou-se direito e pegou seu próprio copo, tomando um gole e se aquecendo com isso. -Quer conversar sobre o que aconteceu hoje? Não olhe pra mim como sua professora, e sim como sua amiga. Somente tomarei providências se você aprovar. - disse, e era verdade. Poderia muito bem ir atras de resolver. Quem quer que fosse havia se colocando no meio de uma missão do Lorde das Trevas ao sequestrar Selene, e isso era justificativa o suficiente para mandar pessoas para resolver. Contudo, somente faria isso se Selene quisesse. Não queria assustar a cunhada, mais do que toda a situação já tivesse assustado.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Selene Delacour

avatar

Mensagens : 333
Data de inscrição : 21/01/2015

MensagemAssunto: Re: Casa da Elia   Sab Ago 08, 2015 10:10 pm

 
Riu quando ela falou que ninguém ligava pra porra nenhuma que Minerva falava, "Correção: Comensais não ligam para o que ela fala..." fez uma nota mental, mas nada disse - Tudo bem então, cunhada. - disse marota e teve de dar o braço a torcer concordando quando ela lhe perguntou das dores, mas antes de falar qualquer coisa a mulher já cuidava de suas feridas  e tomou a poção quando Eilia ofereceu ver aquelas feridas trazia tudo de volta a sua mente fazendo-a arrepiar. Um sorriso se formou no momento que a mulher lhe deu chocolate, mas quase deixando a xícara escapara pelos dedos ao lembrar que horas atrás era o que tomava na França, antes de Henrich sequestrá-la, respirou fundo e levou a xícara com mãos tremulas até os lábios, começando a beber e tentando relaxar ao sentir a bebida quente, aquecê-la. -Não.. - disse em um suspiro cansado - Obrigada por tudo mesmo, mas nesse sentido acho que não tem nada que você possa fazer por mim, a não ser que tenha um vira tempo e eu volto para impedir de colocar a poção na bebida da Hazel... - suspirou bebendo um pouco mais do chocolate sentindo o coração apertar - Ele coisas que eu nunca vou esquecer, mas o que mais doeu foi como ele me olhou naquela noite. - sentiu os olhos marejando, mas respirou fundo.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elia Mcnair

avatar

Mensagens : 105
Data de inscrição : 02/08/2014

MensagemAssunto: Re: Casa da Elia   Qua Ago 12, 2015 11:43 pm




Elia Mcnair
Runas | Metamorphmagus | Pure Blood | Sarcasm & Irony
A vida muitas vezes fica bagunçada. Você precisa aprender que você não pode consertá-la sempre.


  Segurou a mão dela quando ela lhe agradeceu num gesto amigável. Sorriu de modo que a pudesse confortar. - Não foi a primeira pessoa que colocou poções no suco de alguém, tampouco a última. Levei algumas detenções quando aprendi poções de travessuras. - disse a pura verdade. Quando ela disse sobre o modo como Killian a olhou, lembrou-se então do olhar que Meghan a deu enquanto duelavam até a morte. Na feição do rosto da garota que achou que a amaria para sempre quando esta a prometeu matá-la. - Te garanto que nunca esquecerá o modo como ele a olhou. Ficará marcado na sua memória até nos seus melhores dias. Mas vocês ainda podem ter uma chance de melhorar isso. A vida é cheia de oportunidades, e vocês dois estão vivos. - seu discurso de nada valeria se não contasse sua história, então respirando fundo para também segurar lágrimas, iniciou. - Minha primeira namorada, Meghan, era uma garota da grifinoria. Nos formamos juntas, mas quando a grande guerra se iniciou, nos tornamos inimigas. Eu queria me tornar comensal, assim como minha prima, a Lady das Trevas, e ela queria entrar para a Ordem. No dia em que ela me olhou assim, também foi o dia que ela se foi. Duelamos até a morte. Obviamente o golpe final foi meu, mas aquele olhar que ela me deu quando disse que me queria morta... Rezo para os deuses todas as noites para que Ashara nunca me olhe assim. Eu não suportaria isso com ela. - disse com um sorriso de canto no final. - Veja, até eu, uma Comensal da Morte, "fruto de todo o mal", encontrei o amor uma segunda vez. Vai dar tudo certo para você, Selene. Você é nova ainda. - disse apertando a mão dela de novo, e tomando do chocolate, o finalizando. Colocou a xícara sobre a mesa e voltou a olhar a veela. - Quer ir descansar? Se quiser subir e dormir, tudo bem. Amanhã eu vou receber suas coisas, e Snape deve vir aqui a tarde para decidir onde você vai, e poderão escolher um lugar. Só preciso te fazer uma pergunta. - levantou-se e foi até uma estante onde algumas papeladas estavam. - Conversei com Snape logo depois que você fugiu e sugeri fazer isso. Você, como menor de idade, precisa de um tutor. Por conta da sua conduta, podem até te mandar para um orfanato, e ambas sabemos que isso está fora de cogitação. Sua família também, não? Então eu estive pensando em... Bom, em me tornar sua responsável legal. Assim terá um lar e alguém para te auxiliar nisso tudo. Creio que Ashara concordaria com isso, mas ainda não pude falar com ela. O que acha? - voltou a se sentar e colocou o contrato na mesa. - Pode ler se quiser e pensar sobre o assunto. Mas achei que seria bom você ter opções. - sua voz saiu doce. Queria o melhor para sua cunhada, e queria que ela soubesse disso.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Selene Delacour

avatar

Mensagens : 333
Data de inscrição : 21/01/2015

MensagemAssunto: Re: Casa da Elia   Seg Ago 17, 2015 5:54 pm

  Escutar as palavras de Elia fazia com que aos poucos não se sentisse a pior pessoa do mundo, mas abaixou a cabeça quando ela disse que nunca esqueceria de como ele a olhou e arqueou a sobrancelha quando ela disse que ambos estavam vivos, mas estava enganada, sentia-se morta por dentro desde que saiu de Hogwarts como se tivesse um dementador a seu lado a todo instante, ela nunca iria perdoá-lo, não só pelo forma que ele a olhou, mas pelas palavras ditas, por fazê-la se sentir a pior pessoa do mundo, por sentir-se usada, por estar longe de Chloe e a lista só fazia aumentar...Porém parou para ouvir a história da bruxa enquanto tomava seu chocolate sentindo-se relaxar - Quero sim... - respondeu sobre descansar e olhando-a quando disse que queria fazer uma pergunta O que foi agora? Ficou sem reação com a proposta dela, pousando a xícara sobre a mesa e pegando o contrato lendo algumas palavras, ficando pensativa e confusa com aqui - Podemos falar sobre isso amanhã ? Eu estou muito cansada... - falou em um tom educado e respirando fundo enquanto se levantava - Elia, só não quero que crie expectativas, e realmente não sei o que fazer talvez volte a morar na Franças com minha avó e minhas primas veelas ou talvez fique por aqui, e não quero dar trabalho, sem contar que eu não sei ter alguém cuidando de mim então tenho realmente que pensar - tentou falar aquilo da forma mais tranquila e menos ofensiva e aproximou-se dela abraçando-a - Boa noite. - desejou e tomou rumo do quarto, precisava realmente tentar dormir.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elia Mcnair

avatar

Mensagens : 105
Data de inscrição : 02/08/2014

MensagemAssunto: Re: Casa da Elia   Qui Ago 20, 2015 5:45 pm

Quando ela disse que iria pensar, Elia agiu com naturalidade, afinal já esperava que tal coisa fosse acontecer. - Podemos conversar quando você quiser, Selene. - disse com um sorriso acolhedor. Levantou-se junto com ela, escutando suas palavras. Deu uma risada rápida de início. - Crias expectativas é a última coisa que estou fazendo. Estou criando opções novas. Para você. Qualquer decisão é apenas sua, mas vai ser bom ter opções que te favoreçam. - abraçou-a quando a mesma se aproximou. - E não se preocupe. Se autorizar que eu assine o contrato, se acostumará a ter uma família que cuide de você da maneira que merece. - disse com sinceridade. Abaixou-se para pegar as xícaras, quando escutou o boa noite. -Bons sonhos, cunhada. - desejou de volta, para então arrumar a sala e lavar as xícaras na cozinha. Foi então para o corujal, pegou um pergaminho e escreveu uma breve nota

"Sua irmã está bem. Está sob meus cuidados, fora de quaisquer riscos.
Não há com o que se preocupar.

Tenha uma boa noite. Amanhã nos vemos. I heart you."

Somente pelo modo como disse a amar, Elia soube que Ashara não teria quaisquer dúvidas. Enrolou o pergaminho e colocou nas garras de uma coruja bem jovem, que por consequência era pequena e poderia ir direto na janela de Ashara, tal como fora treinada. Mandou a carta e foi para seu quarto, tomou um banho rápido, vestiu aquela camisola vermelha e dormiu. No dia seguinte, voltou para Hogwarts para a primeira aula, dando um sorriso para a sua veela na primeira fileira.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Casa da Elia   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Casa da Elia
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Ateh quim fim coloquei Net Na minha casa!!!!
» [Game Of Thrones] Teste qual a sua casa.
» A casa do terror
» [Casa] Eight
» [Casa] Mansão do Mizukage

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Pervs RPG :: Florestas e afins-
Ir para: