InícioCalendárioMembrosGaleriaRegistrar-seConectar-seBuscarGruposFAQ

Compartilhe | 
 

 Um interessante jogo de cartas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Yvaine Yaxley

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Um interessante jogo de cartas   Sex Jan 27, 2017 6:05 pm

  Já fazia alguns meses que estava trabalhando diretamente dentro do Ministério da Magia, ao lado da Secretária de Imprensa. Mas há algumas semanas atrás, a mulher tinha adoecido muito misteriosamente, e após alguns dias no St. Mungus, veio a falecer, pois não havia nada que os medibruxos fizessem que melhorasse o quadro da pobre mulher. Desesperados para uma substituta, o mais rápido possível, naquela tarde, fora chamada para o gabinete do ministro. Devido a sua dedicação naquele tempo em que esteve ali dentro, principalmente nos últimos dias, onde manteve tudo em ordem com certa dificuldade, ele havia lhe promovido para aquele cargo. Cargo esse que há muito desejava. Com um sorriso de agradecimento e uma promessa de que faria tudo correr da melhor maneira possível, ela se despediu do ministro. Não muito depois, a notícia foi espalhada como um incêndio. Notícia recebida de forma dividida entre opiniões. Não era uma pessoa querida pela maioria, mas era o rosto novo que o Ministério precisava na imprensa, competente o suficiente para o cargo, e velha conhecida do mundo bruxo para divulgar informações. Sem ter muito o que fazer mais naquele dia, ao anoitecer, arrumou suas coisas para voltar para casa. Uma volta rápida, o suficiente para tomar um banho e se arrumar com um vestido social justo no corpo, um palmo acima do joelho na cor vermelho escuro. Não era dia de ficar em casa, e sabendo de um novo cassino na Travessa do Tranco, achou que fosse o lugar essencial para comemorar sua vitória. Adentrou o local sem muita dificuldade, vendo que estava tão cheio quanto imaginava. Andou até o balcão, sentando-se em um de seus bancos, a postura perfeita mesmo dentro de um local tão informal. Bateu levemente suas unhas na madeira do balcão, atraindo a atenção de uma bela moça atendente. - Um dose dupla whiskey escocês, por favor. - Disse suavemente, deixando um sorriso emoldurar seus lábios.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eileen Runcorn

avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sex Jan 27, 2017 6:27 pm

 Abrir aquele cassino fora, de longe, sua melhor ideia. Assim que se formou, anos antes, pegou o dinheiro que havia sido presente de seus pais e partiu para Las Vegas. Obviamente sua família a condenou, e não era para menos. A garota partiu apenas com uma mochila com poucos pertences e muito dinheiro. Poderia ter se dado mal, mas aquela viagem apenas lhe deu sorte. Lembrava-se dos casinos que visitou, e das apostas monstruosas que fez. Assim como lembrava-se de algumas pessoas que teve que dormir para recuperar grandes quantias perdidas. Para alguns poderia ser um começo muito difícil, mas Eileen se divertiu bastante. Então, quando chegou aos 30, fez mais uma grande aposta: praticamente todo seu dinheiro para montar aquele cassino. Se não vingasse, ela estava ferrada. Mas, Deuses, como ela adorava um jogo de azar. Assim como adorava jogos que poderiam ser usados juntos destes. Por isso o nome do lugar, Gambling or Strip. Um dos poucos, senão o único cassino na região que misturava jogos e fetiches. Contudo, ninguém poderia ousar chamar de puteiro. Ah, não... Para Eileen, era apenas um grande jogo.
Naquela noite, uma das gerentes do local havia ficado doente, e isso acabou obrigando Eileen a participar ativamente de sua equipe, quando nos outros dias, apenas costumava jogar. Era um vício, claro. Mas não era ruim enquanto continuava ganhando. Talvez trapaceasse as vezes, mas não via problema. Eram jogos de azar por um motivo, e lidar com trapaças era um deles.
Eileen usava um colete social cinza com riscas de giz, que deveria ser usado sobre uma camisa, mas ela não achou que seria apropriado, pois esconderia suas tatuagens, que cobriam grande parte de seu corpo. Usava também uma calça social boca de sino, com o mesmo modelo do colete. Seu cabelo curto, estava apenas puxado para trás, ao invés de bagunçado como costumava ser. Uma de suas funcionárias estava com um problema no bar, então foi ajudá-la a resolver. Apenas uma contagem errada no estoque de vodka, algo fácil de ser resolvido. Contudo, quando estava para sair, escutou uma cliente. Geralmente ignorava e deixava para a garota do bar resolver, mas aquela mulher lhe chamou a atenção. Algo desde da postura perfeita naquele lugar, até os traços de seu rosto e corpo que realmente lhe chamaram a atenção. - Deixe comigo, Joane. - disse para a funcionária, indo pegar a melhor garrafa do pedido dela. Pegou um copo vazio, e colocou na frente da loira, despejando o whiskey com certa perfeição, da maneira como tinha de ser. E então, empurrou levemente o copo para mais perto dela. - Este é por conta da casa. - não estava bem flertando, mas também não era apenas educação. Realmente, a mulher era demais para deixar de dar um pouco de atenção. Agora, se a atenção duraria por mais tempo, não poderia saber sem o primeiro passo. - Nunca a vi aqui antes. Ao menos, eu me lembraria se visse. - novamente, não era exatamente um flerte. Uma mulher como ela, com aquela pose e classe, dificilmente pisaria naquele cassino, e se pisasse, Eileen não se esqueceria.

EileenRuncorn
Forget health clinics and gyms. Sex is the best cure.
One good night of sex and your problems are gone.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yvaine Yaxley

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sex Jan 27, 2017 6:41 pm

  Uma voz chamou sua atenção, logo após fazer seu pedido, e pode ver no segundo seguinte quem era a dona da voz. Seu sorriso aumentou de maneira involuntária, vendo a morena assumir o controle de seu pedido. Era um tanto mais alta do que si mesma, com um porte meio descontraído e ainda assim extremamente sexy, uma rápida olhada e sentiu que sua atenção estava atraída para aquela mulher. Observou ela se aproximar e derramar a bebida no copo, um gesto que tomou seu olhar por alguns poucos segundos, antes de se voltar para ela. - Obrigada. - Disse, assim que a morena anunciou que aquela dose era por conta da casa. Seus olhos estavam atentos nela e em cada pequeno movimento do corpo alheio atrás do balcão. - Essa é a primeira vez que visito o local. E você, pelo o modo que assumiu o meu pedido após a ordem dada para a moça, imagino que seja a dona do lugar, ou que possua um alto cargo aqui dentro. Estou certa? - Perguntou, arqueando uma de suas sobrancelhas, levando o copo aos lábios para poder beber um pequeno gole, o suficiente para sentir o forte e rico sabor invadir sua boca e fazer um leve arrepio descer por sua espinha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eileen Runcorn

avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sex Jan 27, 2017 6:58 pm

 Não pode deixar de notar a atenção dada para si, servindo como carta branca para continuar por perto. Um sorriso se formou quando ela adivinhou sua função, e antes de responder, serviu um copo do mesmo whiskey para si, tomando um gole. - A própria. - disse com certo orgulho, pois realmente achava aquele lugar especial, ainda mais sendo somente seu, sem nenhum sócio. - Sou Eileen Runcorn. Aos seus serviços. E você é...? - apresentou-se com certa educação, até demais para si mesma. Tomou mais um gole do whiskey, um de seus favoritos dentre o cardápio. - Imagino que não veio somente para beber. Está familiarizada com os jogos da casa? - implícito a sua pergunta, estava um certo convite para apresentar o lugar, para que ela pudesse escolher melhor. Quando se tem um cassino, sua administração é focada completamente para as apostas. Ou seja, seus funcionários não ajudam ninguém a "escolher o jogo mais divertido". Esperam que eles escolham um, que geralmente eram os caça-galeões, os incentivavam a apostar cada vez mais a noite inteira. A troca de máquinas ou jogos, geralmente era prejuízo para a casa. Claro, haviam clientes que frequentavam para diferentes tipos de jogos, muitas vezes utilizando salas reservadas para apostas mais sérias ou simplesmente mais ousadas. Estes eram direcionados pelos funcionários, senão pela própria Eileen, em dias que decidia jogar também. Por todos estes motivos, preferia fazer o turno ela mesma, para que a loira não fosse coagida a ficar num simples caça-galeões, correndo o risco de não voltar mais.

EileenRuncorn
Forget health clinics and gyms. Sex is the best cure.
One good night of sex and your problems are gone.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yvaine Yaxley

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sex Jan 27, 2017 7:46 pm

  Deu um sorriso convencido quando ela disse que era mesmo a dona do local, tomando outro gole de seu whiskey, um novo arrepio descendo por sua espinha quando a ardência se fez mais forte pela segunda vez. - Eileen. - O nome escapou de seus lábios suavemente, apreciando o jeito como soava em sua voz. - Yvaine Yaxley, ao seu dispor, minha querida. - Correspondeu a formalidade dela, lhe piscando um dos olhos. O próximo gole terminou com a bebida no copo, batendo levemente o vidro contra a madeira, o empurrando mais para frente em um claro gesto de que gostaria de mais uma dose. Soltou uma risada com sua pergunta, negando levemente com a cabeça. - Na verdade não. Meu pai abominava esses tipos de jogos, porque minha mãe era uma viciada antes de casar com ele, e você bem deve saber que esse tipo de vício nunca morre… Ele sempre proibiu a mim e aos meus irmãos de jogar, mas digamos que sempre tive curiosidade de saber como era um cassino por dentro. Estou dando uma de filha rebelde pela primeira vez, digamos assim. - Não sabia porque estava contando de si e de sua família para uma mulher que mal conhecia, mas queria um motivo para terem uma conversa mais longa e produtiva. - Você, como dona do negócio e com certeza uma boa conhecedora desses jogos, poderia me ensinar um bem… interessante? - Olhou-a fixamente, sem mais mostrar seus sorrisos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eileen Runcorn

avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sex Jan 27, 2017 8:16 pm

 Arqueou a sobrancelha quando ela repetiu seu nome, gostando do som na voz dela. Escutou seu nome, bastante surpresa pelo tão famoso sobrenome. Serviu-lhe o copo com a mesma graça de antes, e voltou a empurrar na direção dela. - Madame Yaxley. - disse ao entregar o copo. Escutou sua história, no início achando bastante semelhante com a sua. A diferença, é que ela escolheu o vício às regras. Mas, como a própria Yvaine havia dito, estava sendo rebelde pela primeira vez. - O que vicia não é o jogo, mas sim o prêmio. Tal como drogas e álcool. A sensação vicia, não a coisa em si. E, assim como no jogo, se você tiver sorte, não vai te fazer mal. - era uma de suas opiniões, afinal o vício nos jogos só era considerado tão ruim porque mexia com o dinheiro das pessoas, mas poucos julgavam outros vícios, tão comuns. Obviamente não fora agressiva ao expor sua crítica. Na verdade, sua voz era bem suave ao falar. E, para finalizar, sinalizou o copo da loira, com um leve gesto. - Aparentemente já foi rebelde antes. - brincou, dando uma risada baixa. Sua proposta logo veio, do jeito que esperava, fazendo-a dar um sorriso, apesar da expressão da loira ser diferente. - Seria um prazer, Yvaine... - deu certa ênfase em seu nome, e virou a própria bebida, finalizando-a. Ajeitou o próprio colete, e ao fazê-lo, seu decote ficou levemente maior, acabando por expor parte de mais uma de suas tatuagens: chamas avermelhadas que, se o colete fosse aberto, revelaria uma rosa pegando fogo. Era uma de suas favoritas, e uma das poucas feitas ainda sóbria. - Me acompanhe, por favor. - disse descontraída, apesar da frase tão educada. Saiu do bar, dando a volta, e ofereceu-lhe o braço. Não costumava fazer isso, mas tinha gostado da mulher, ao ponto de tentar agradá-la com certa postura. - Aqui, ao redor do bar, são apenas Caça-Galeões. Deve saber como funciona. A maior parte dos iniciantes começa por aqui, porque julgam ser mais fácil. Geralmente é aí que perdem todo o dinheiro, pois a facilidade de execução do jogo, não implica a facilidade de ganho. - dizia com calma, para então começar a andar. Nas margens de onde estavam várias e várias fileiras de Caça-Galeões, haviam sessões diferentes de vários jogos, tendo o bar como o centro do local. - Roleta, dados, bingo bruxo, poker... Poker com tequila, um dos meus favoritos, se quer saber. - dizia ao passar. Era notável a diferença de público entre os Caça-Galeões e os demais jogos, geralmente mais complexos e de apostas mais altas. Mesas com fundo vermelho aveludado, com jogos em perfeito estado e pessoas extremamente concentradas. Afinal, uma das estratégias era não entregar o jogo com suas expressões. Ao lado direito do Casino, haviam mesas não tão específicas. - Aqui são jogos de cartas, em geral. Um funcionário fica responsável por uma sessão, apenas para orientar. Se quiser um orientador exclusivo, teria que reservar com certa antecedência, mas se desejar por hoje... Bom, acaba de conhecer a dona, então não deve ser tão difícil um de última hora. - brincou, dando uma risada. Bem ao fundo, num lugar que só poderia ser visto ao dar a volta inteira no cassino, havia uma grande porta rodeada por luzes vermelhas. A iluminação ali já começava a ser mais escassa. Havia apenas um representante na entrada, e a porta estava sempre fechada. - Dentro daquela porta, os mesmos jogos que vemos aqui, existem lá. Contudo, lá as coisas podem ficar mais interessantes. Um Poker que poderia ser com dinheiro, ou bebida, pode ter seu prêmio facilmente substituído por um strip tease, um oral, ou o que o jogador decidir. - não tinha pudor algum ao falar daquilo, e o fazia com muita naturalidade. Afinal, havia criado aquele lugar para que as pessoas não precisassem mais jogar escondidas em suas casas, estando restritas por um maldito código de ética que "proibia" jogos como aqueles. Não é atoa que o nome do local já insinuava a existência daquela sala. Olhou rapidamente ao redor, identificando um dos garçons que levava champanhe às mesas. Estalou os dedos para chamar a atenção, e soltou o braço de Yvaine antes de pegar duas taças, entregando uma a ela. - Escolha uma mesa. Como disse antes, hoje é por conta da casa, para a filha rebelde. - tomou um longo gole da bebida. Não era uma de suas favoritas, mas realmente combinava com o clima do lugar.

EileenRuncorn
Forget health clinics and gyms. Sex is the best cure.
One good night of sex and your problems are gone.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yvaine Yaxley

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sex Jan 27, 2017 8:46 pm

  Assentiu com a cabeça quando ela explicou o que de fato viciava no jogo. Não entendia nada daquilo, por isso não colocou sua opinião para ela, até porque não tinha nenhuma naquele momento. Estava em um ambiente desconhecido e se perguntava o que de fato a tinha a levado até ali, mas agora que já estava dentro, agradecia mentalmente por sua escolha inesperada. Afinal, não via outro local onde poderia se encontrar com a bela Eileen. Viviam em mundos diferentes, e isso era bem claro de todas formas: seus gostos, suas posturas, suas formas de falar e até mesmo a forma de se vestir as diferenciavam. Quando ela apontou para seu copo, abriu um novo sorriso, tomando um farto gole. - Está enganada, senhorita Runcorn. Foi meu próprio pai que me ensinou a apreciar as melhores bebidas. Pode o chamar de hipócrita. - Brincou, mas era uma verdade. Iria dizer outra coisa, mas o gesto dela de arrumar seu colete e lhe mostrar um pouco mais de seu decote, arrancou qualquer palavra da loira. Sua imaginação foi longe ao pensar onde aquela tatuagem terminava. Mas abandonou esses pensamentos quando ela veio para seu lado, onde pode a observar com um pouco mais de atenção. - Claro. - Disse simplesmente, quando ela disse para a acompanhar, enlaçando seus braços quando foi oferecido. E antes que dessem algum passo, ela terminou com seu whiskey, só então abandonando o copo no balcão, deixando que a morena a guiasse pelo cassino. Ouvia tudo com atenção, franzindo seu cenho pelos lugares que passava. Era um local interessante, e apenas pela aparência, podia dizer porque sua mãe gostava tanto de cassinos. Imaginava que ela gostaria bastante dali. - Poker com tequila? Parece realmente ótimo. - Comentou em tom baixo, analisando as pessoas que iam até ali. Alguns estavam distraídos, outros concentrados até demais, bêbados e sóbrios, era realmente um local diversificado. A última parte da explicação dela, lhe arrancou um pouco mais de atenção, sem se aguentar ao soltar uma risada. - Talvez eu queira conhecer esses outros tipos de jogos um outro dia. - Disse como quem nada queria, olhando-a pelo canto dos olhos. Considerou sua fala por alguns segundos, antes de virar-se de frente para as mesas. Estreitou seus olhos, então apontando para a última, bem ao fundo. - Mas apenas com a condição de que será você a jogar comigo… claro, terá que me ensinar antes. - Enquanto falava, não olhava diretamente para ela, e sim para as outras mesas onde homens e mulheres jogavam.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eileen Runcorn

avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sex Jan 27, 2017 11:39 pm

 Não negou uma risada quando ela falou sobre o pai ter ensinado-a a beber. - Pode deixar que eu chamo. - alfinetou quando ela disse para chamá-lo de hipócrita, mas apenas por brincadeira, rindo novamente. Era novo para si apresentar o ambiente para alguém que nunca frequentou um lugar assim. Geralmente se precisava apresentar, era só para se orgulhar de seu espaço, não para até ensinar os jogos. Mas novamente, tratando-se de uma mulher como Yvaine, ela poderia ensinar cada um dos jogos ali. Estava realmente atraída, e quando esta disse que pretendia conhecer os outros tipos de jogos não pode deixar de se animar com a ideia de levá-la até lá numa próxima oportunidade. - Ao seu dispor, Yvaine. - disse com um sorriso de canto. Sinalizou a um funcionário, fazendo um gesto para que ele arrumasse da melhor maneira aquela mesa, enquanto ela voltava a enlaçar o braço na loira, e a levava até lá. Dois homens de terno as receberam, e puxaram as cadeiras para que elas se sentassem. - Um baralho comum, e uma garrafa de tequila. - pediu assim que se acomodaram. No lugar que estavam, tinham visão de boa parte do salão, e ainda podiam ver as pessoas que entravam para o salão privado. As vezes gostava de ficar apenas olhando os casais ou grupos que entravam ali, somente para imaginar o que fariam. O funcionário voltou com o baralho e serviu a tequila ser servida em dois copos pequenos. - Você já deve ter ouvido falar em Blackjack. Basicamente, você precisa somar 21 pontos. Não mais, não menos. Exatamente 21. Caso não consiga, o jogador que tiver mais pontos, mas não exceder 21, ganha. E o perdedor... toma um shot. - explicou primeiro o básico, com um sorrisinho sarcástico quando anunciou que a aposta seria a bebida. Depois explicou os termos, como "stand" para desistir de receber cartas e manter a quantia que tinha, e a rendição, caso o adversário achar que pode ganhar (ou blefar) e dar a chance do outro desistir. Tinha certa eloquência para explicar, afinal era muito simples, e era um dos jogos que podia ser jogado sem apostar dinheiro. O mesmo homem que havia trazido a bebida começou a embaralhar o monte, enquanto o jogo não começava. - Pronta para ficar bêbada, Yvaine? - provocou, dando uma mordida no lábio inferior. Estava realmente descontraída, pois jogos eram sua especialidade.

EileenRuncorn
Forget health clinics and gyms. Sex is the best cure.
One good night of sex and your problems are gone.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yvaine Yaxley

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sab Jan 28, 2017 2:00 am

  Abriu um sorriso de canto quando ela disse que estava ao seu dispor, caso quisesse realmente conhecer os outros jogos. E ah, ela estava bem interessada para os conhecer, ainda mais se os conhecesse com ela. Se dirigiu com Eileen para a mesa escolhida, acenando com a cabeça em pura educação quando os homens a receberam. Ajeitou-se em sua cadeira, quando foi puxada para sentar-se, cruzando suas pernas e os dedos das mãos em cima da mesa, sem perder sua postura ao olhá-la fixamente. Mesmo quando ela pediu pelo baralho e pela bebida, não desviou seu olhar, observando com atenção ela vendo tudo acontecer ao redor de seu cassino. Talvez fosse seu passatempo, e por mais estranho que fosse, queria descobrir cada gosto da mulher à sua frente. E assim que o baralho chegou e a tequila foi servida, desviou sua atenção da beleza para a explicação dela. Arqueou uma das sobrancelhas ao final. Apesar de não saber jogar, sua mãe sempre havia dito que em muitos jogos, uma das principais regras era não deixar seu oponente saber o que estava planejando fazer. E na arte de mentir, Yvaine sempre havia se saído muito bem. - Não mesmo, Eileen. - Disse de forma suave, olhando-a nos olhos, um novo sorriso se abrindo em seus lábios. Era novata, mas era competitiva ao extremo para querer ganhar. Olhou para o homem ao lado que embaralhava as cartas. - Comece com as damas, por favor. - Indicou a morena com o olhar, batendo levemente as unhas na mesa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eileen Runcorn

avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sab Jan 28, 2017 2:15 am

 Aceitou sua resposta e o olhar como um certo desafio. Aparentemente, eram as duas extremamente competitivas. Achou um tremendo ultrage a maneira como ela a indicou para iniciar o jogo, mas acabou rindo para o homem que sorteava as cartas, que claramente segurava o riso. - Obedeça. - disse num misto de tom mandão e brincalhão. Então ele virou uma carta para cada, com o valor para baixo. Eileen puxou o seu e sorriu de maneira discreta. - Você vai amar a tequila. Apesar de não parecer muito seu estilo. - ao dizer, deu uma clara medida em seu corpo, como se insinuasse que a classe dela era alta demais para uma bebida tão descontraída. Riu, deixando a carta virada para baixo a sua frente.

EileenRuncorn
Forget health clinics and gyms. Sex is the best cure.
One good night of sex and your problems are gone.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yvaine Yaxley

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sab Jan 28, 2017 2:27 am

  Claramente se divertiu com o modo que ela ficou após sua ordem para o homem, que só obedeceu após a permissão dela. Aquela pequena demonstração de poder dela ali dentro foi algo que fez um arrepio descer por sua espinha, ficando ainda mais ereta do que antes. Olhou sua carta, sem demonstrar nada, apenas continuando a batucar suas unhas contra a madeira da mesa. Aquele era um gesto costumeiro de quando estava pensando demais, por isso era tão comum para ela estar daquela maneira. - Não parece meu estilo? Oh, querida, você ainda precisa saber muito sobre mim, você não faz idéia do que parece o meu… estilo. - Respondeu em um tom rouco e baixo, virando apenas para si a outra carta que foi colocada em cima da outra. Apenas arqueou uma das sobrancelhas, uma de suas mãos indo segurar o pequeno copo, mesmo em cima da mesa, seu dedo indicador dentro dele, fazendo sua unha tocar a bebida e a mexer lentamente. Com outra carta que ela não olhou, levou seu indicador para os lábios, sentindo o sabor da bebida invadir seu paladar. Seus gestos, apesar de bem concentrados, não precisavam que desviasse seu olhar, já que estava fixo nos olhos dela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eileen Runcorn

avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sab Jan 28, 2017 2:45 am

 O olhar estava preso no dela, e sua concentração em tentar decifrá-la. Era uma mulher muito difícil de ler. A maioria era fácil demais. Isso apenas aumentou seu interesse pela loira, de querer decifrar tais camadas tão difíceis de ler. - Ainda não. - enfatizou, deixando assim a intenção de que pretendia conhecê-la melhor. Acabou desviando o olhar dela apenas para vê-la levar o indicador aos lábios, mordendo o próprio lábio inferior por conta disso, antes de seu olhar voltar a encontrar o dela. - Se está tão tentada, deveria beber. - provocou. - Pode te dar mais sorte para a próxima. - tinha uma confiança inabalável ao falar. - Stand. - informou o homem que sorteava as cartas, e levou dois dedos até o copo dela, empurrando mais para perto da loira, num gesto ameaçador e provocativo. Voltou então a olhá-la nos olhos, desafiando-a a continuar.

EileenRuncorn
Forget health clinics and gyms. Sex is the best cure.
One good night of sex and your problems are gone.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yvaine Yaxley

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sab Jan 28, 2017 3:00 am

  Não perdeu o gesto dela ao morder seus lábios, e só então viu sua carta, abrindo um pequeno sorriso de canto. Voltou a olhá-la, voltando a mexer o dedo dentro da bebida. Não respondeu nada após a provocação dela, arqueando suas sobrancelhas quando a mesma pediu stand. Respirou fundo e olhou para o homem. - Mais uma. - Disse com seriedade, vendo a nova carta em cima da mesa, virando-a para si mesma no segundo seguinte. Seu sorriso de canto voltou aos lábios, repetindo o gesto de Eileen, empurrando o copo dela com dois dedos. - Beba. - Era voz de quem dava uma ordem, enquanto virava suas cartas para mostrar o resultado perfeito: 21.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eileen Runcorn

avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sab Jan 28, 2017 3:14 am

 Arqueou a sobrancelha, realmente intrigada quando ela pediu mais uma carta. Soube o resultado antes mesmo dela dizer, somente pelo sorriso que veio aos lábios dela. Fez negativas com a cabeça quando ela repetiu seu gesto, mas obedeceu a sua ordem, virando a bebida de uma vez. Costumava gemer quando bebia algo forte rápido demais, e assim o fez, de olhos fechados e deixando a cabeça ir para trás por breves segundos. Ao reabrir os olhos e voltar a postura não-tão-ereta quanto a de Yvaine, olhou-a novamente. - Eu sei reconhecer sorte de principiante quando vejo. - iniciou, relaxando um pouco mais na cadeira. Então lembrou-se que, para a maioria das pessoas, isso costumava ser uma ofensa ou uma desculpa por ter perdido. - Não me leve a mal, não quis ofendê-la. Pelo contrário. Olhe em volta: Tudo que vê é resultado da sorte de principiante de uma garota de 17 anos que fugiu de casa direto para Las Vegas, e que apostou todo dinheiro que tinha numa noite, ficando apenas com o aluguel do mês no bolso. - dizia isso com muito orgulho de si mesma, e do que havia construído. Claro que podia ter perdido tudo e acabado na rua, mas confiava demais em si mesma naquela época, e continuava assim atualmente. Virou as próprias cartas e mostrou a pontuação 18, provando que não havia desistido por pouco, antes de entregar as cartas para o homem, que encheu seu copo novamente e embaralhou tudo. - A vencedora primeiro. - orientou, para ele iniciar um novo jogo.

EileenRuncorn
Forget health clinics and gyms. Sex is the best cure.
One good night of sex and your problems are gone.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yvaine Yaxley

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sab Jan 28, 2017 3:36 am

  O som do gemido dela fez um quase suspiro escapar de seus lábios, e teria o feito, se não fosse uma pessoa controlada. Ao invés disso, retirou seu indicador de dentro do copo novamente, voltando a passar em seus lábios. Franziu seu cenho quando ela disse que era sorte de principiante ter vencido daquela forma, revirando seus olhos em seguida. Mas então, assim que ela começou a se explicar, um pequeno sorriso surgiu em seus lábios. Ali estava, uma pequena parte da história dela. Algo pequeno, mas que dizia muito sobre ela e que apenas atiçava mais sua curiosidade. - Uma grande sorte de principiante, posso dizer. Você se arriscou, é levada pelo impulso, por vontade e sonhos. Admiro isso, embora não seja o meu meio de conseguir as coisas, é claro. - Não mesmo. Tudo era um passo calculado, era razão ao invés de emoção, e se orgulhava muito disso. Olhava o jeito descontraído dela, enquanto continuava em sua pose ereta, que tão raramente abandonava. Respirou fundo e voltou a se concentrar nos próximos jogos, perdendo uma boa par de vezes, perdia mais do que ela, o que apenas aumentava a verdade do início: sorte de principiante. Já tinha virado muitos copos de tequila, mas ainda continuava concentrada e ereta em seu lugar. Sua cabeça estava embaralhada por conta da bebida, mas Yvaine não era alguém para desistir fácil daquela maneira. Ainda poderia virar mais boas doses de tequila. E foi o que aconteceu pelo resto da madrugada, nem ao menos notando o tempo passar. Enquanto jogavam e bebiam, mais a loira falava de si mesma, e também mais a sua vontade de conhecê-la melhor, tal como o desejo que crescia a cada segundo. Em um momento soltou o motivo de estar ali: por ter subido de cargo no Ministério. E foi assim que soube que estava na hora de parar. - Sabe, Eileen, você tinha razão quando disse que não era a primeira vez que eu era a filha rebelde. Quando meu pai descobriu certos gostos meus… digamos que deixei de ser seu grande orgulho da família. - Enquanto falava, levou o dedo dela para o copo de tequila, então levando para seus lábios, gesto esse que repetiu muito durante aquele tempo, mas consigo mesma. Após isso, olhou para ela com um sorriso lascivo, antes de desviar seu olhar para o homem que ainda estava ali distribuindo cartas. - Você deve estar cansado, vá, por favor. - Pediu educada, mesmo com a voz levemente arrastada pela bebida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eileen Runcorn

avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sab Jan 28, 2017 3:59 am

 Sentiu uma certa alegria por ela admirar seu modo de viver, e ainda mais pelas diferenças. Geralmente, duas pessoas como Eileen no mesmo recinto era destrutivo demais. A companhia dela era agradabilíssima, ganhando ou perdendo. Jogaram muito, e não podia negar o quanto se divertiu. Começou a quase perceber alguns trejeitos dela dentro do jogo, mas talvez estivesse alta demais para decorar. Arqueou a sobrancelha ao ser informada da promoção no trabalho dela. Isso explicava muito, principalmente sua postura. Somente alguém com a personalidade dela podia subir para cargos bons, ao ponto de vir apostar dinheiro para comemorar. Geralmente aqueles que ocupavam cargos baixos tinham uma postura completamente diferente da dela, e passavam longe de jogos de azar. Também eram aqueles que odiavam casinos, mas Eileen insistia que só odiavam porque não tinham dinheiro o suficiente para conseguir fazer mais dinheiro num casino. Iria insistir no assunto do trabalho, perguntar mais, quando ela voltou num assunto que tiveram logo que se conheceram. O mistério de sua frase foi revelado com o gesto dela, e Eileen arrepiou-se notavelmente quando a loira chupou seu dedo. Devolveu-lhe um sorriso lascivo também, para então complementar a ordem dela com um gesto com a mão para o homem, dispensando-o, mas não tirou o olhar dela. Voltou a medi-la, olhando de cima a baixo descaradamente. - Saiu para procurar mais desonra esta noite, estou certa? - pegou o copo de tequila e virou, sendo o último da noite para si. - Bebidas, jogos, apostas... mulheres. - foi ditando um por um, se incluindo no final. - Espero vê-la novamente para poder colaborar com sua desonra e rebeldia, Madame Yaxley. - não costumava ser discreta, e aquilo para si ainda era longe de explícito. Já havia convidado pessoas para muitas coisas por muito menos, mas sentia que a loira merecia mais.

EileenRuncorn
Forget health clinics and gyms. Sex is the best cure.
One good night of sex and your problems are gone.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yvaine Yaxley

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sab Jan 28, 2017 4:14 am

  Pode perceber o arrepio dela quando chupou seu dedo, mas não o repetiu mais, deixando a mão dela em cima da mesa, enquanto a sua voltava para o próprio copo, girando o líquido dentro dele de forma descontraída. - Certíssima, querida, em todos os pontos que citou. - Respondeu, o mais séria que conseguia naquele estado em que se encontrava. Virou sua tequila também, passando a língua ao redor dos lábios para retirar tudo o que havia sobrado da bebida ali. - Temos esse desejo em comum, então, senhorita Runcorn. - Lhe dirigiu um sorriso. Levantou-se de seu lugar, seu corpo agradecendo pela troca de postura. Colocou suas mãos em cima da mesa, arqueando seu corpo para frente. - Porém, eu tenho uma oferta. Podemos muito bem fazer essa desonra acontecer hoje, mas isso só depende de você, é claro. - Disse com um tom de quem dava o poder da escolha, ainda escondendo muito bem de suas feições o desejo que a mulher tinha acendido dentro de si. Abriu um novo sorriso, voltando a ficar direito de pé.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eileen Runcorn

avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Sab Jan 28, 2017 12:50 pm

 Algo na maneira como ela se comportava era extremamente excitante. Sabia o que ela pensava, ao mesmo tempo que era um grande mistério. O modo como ela ficava extremamente séria, com movimentos que Eileen podia jurar que foram premeditados para mexer com sua cabeça. Isso ficou ainda mais evidente quando ela curvou-se sobre a mesa, fazendo o olhar da morena decair imediatamente sobre seu corpo. A proposta veio antes que ela esperava, levando-a a pensar se Yvaine realmente acompanhava aquele ritmo de Eileen. - Será uma honra desonrá-la, Madame Yaxley. - respondeu num tom baixo e rouco, exalando desejo. Levantou-se então, estendendo-lhe a mão para poder acompanhá-la de braços dados. E assim que o fez, foi andando com ela até aquela grande porta. O grande corredor foi aberto sem que elas precisassem anunciar a chegada. - Vou te levar até um lugar especial. - explicou, enquanto andavam pelo lugar, iluminado por pequenas velas postas nas paredes. A luz era fraca, e não se escutava nada. Haviam várias portas, sendo as fechadas aquelas que estavam ocupadas e devidamente silenciadas, e as abertas esperando novas pessoas. Podia-se ver a diversidade do ambiente, variando entre temas, contendo mesas para diferentes tipos de jogos, iluminações fracas ou fortes demais, brinquedos espalhados pelas prateleiras. Era ali que a real diversão acontecia. E lá no final do corredor, havia mais uma porta, também fechada. Ao chegarem nela, Eileen levou uma mão ao próprio decote, e tirou de um pequeno bolso interno uma chave, logo abrindo a porta, relevando uma sala de estar. - Bem vinda a minha casa. - anunciou, puxando-a para dentro. Não lhe deu muito tempo de admirar o lugar, empurrando-a contra a porta e acabando por fechar. Seu corpo a prensou na madeira e sua mão foi até o queixo dela, segurando sem muita delicadeza. Seus lábios quase encostaram no dela, ameaçando beijá-la. Sua língua fez o contorno dos lábios dela, puxando o inferior entre os dentes no final. E então subitamente se afastou, andando de costas para ela até a metade da sala. Passou as mãos nos cabelos, que antes estavam ajeitados para trás, agora bagunçando-os e deixando ondulado do jeito que gostava. - Quero jogar mais um jogo com você. Sente-se, por favor. - anunciou, indicando o sofá para ela, enquanto se retirava para buscar o que precisava. Quando voltou, trouxe flutuando atrás de si um tabuleiro pequeno e uma roleta, e na mão um baralho diferente. Posicionou sobre a mesa de centro todos os materiais, e com magia fez as cartas se distribuírem sobre o tabuleiro, formando a sequência de 1 a 36, intercalando entre as cores vermelho e preto. E, antes de explicar, foi direto sentar-se no colo dela, uma perna de cada lado de seu corpo. A mão direita voltou a seu rosto, fazendo com que a olhasse diretamente nos olhos. - A roleta vai sortear um número, e o número nos dirá uma carta. As pretas são minhas, e se sorteadas, você terá que fazer comigo o que estiver escrito na carta. E as da cor desses lábios... - quando falou, passou a ponta do indicador sobre os lábios dela, indicando o vermelho. - Vão indicar o que eu vou fazer com você esta noite. - sorriu em pura malícia, e então debruçou seu corpo sobre o dela, até encostar os lábios em seu ouvido. - Ganha quem gozar mais. - sussurrou, puxando o lóbulo da orelha entre os dentes. Então estalou os dedos, fazendo soar no lugar o som da bolinha encantada rolando na roleta. Antes de parar e revelar o resultado, beijou-a com certa fúria, avançando em seus lábios com todo o desejo que a consumiu a noite inteira.

EileenRuncorn
Forget health clinics and gyms. Sex is the best cure.
One good night of sex and your problems are gone.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yvaine Yaxley

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Seg Jan 30, 2017 4:39 pm

  Arqueou uma de suas sobrancelhas com a resposta que lhe foi dada, logo voltando a estar de braços dados com ela. Já era quase final da madrugada, e ainda assim, haviam muitas pessoas no cassino, o que a levava a pensar que nunca estaria vazio, independente da hora ou dia da semana. Eileen deveria ter um bom lucro com tudo aquilo, mesmo que tivesse que pagar seus subordinados. E como aquele era um local de jogos de azar, imaginava que ela também deveria ter um longo histórico de brigas com clientes bêbados e revoltados. Faria essa pergunta um outro dia, pois sua vontade era de voltar ali mais e mais vezes. Assim que chegaram ao corredor das portas, foi observando aquelas que estavam abertas com muita atenção, ficando impressionada com o tipo de objetos que cada sala possuía. Parecia, sem sombras de dúvida, o melhor lugar de todo aquele cassino. Se surpreendeu quando Eileen colocou a mão dentro do decote, mas acabou dando uma risada ao ver a chave. Queria poder olhar a sala de estar, mas foi puxada pela morena antes que isso acontecesse. Sentiu sua próxima respiração se alterar quando ela colocou contra a porta daquele jeito, mas ainda assim, manteve o controle sobre seu corpo. Mesmo que sua vontade de beijá-la fosse grande, deixou que ela se afastasse, com um arrepio tomando conta de seu corpo por conta das provocações alheias. Admirou a forma como ela despenteou os cabelos, passando a própria língua em seus lábios. - Me surpreenderia se não quisesse. - Disse com uma pontada de ironia, se livrando de seus saltos, antes de ir sentar-se no sofá indicado. Só então pode realmente olhar a sala de estar onde se encontrava, reparando nos pequenos detalhes. Mas não teve muito tempo para isso, de modo que logo viu ela voltando com um tabuleiro flutuando atrás. Queria ver como era o tabuleiro e as cartas, mas a morena sentando em seu colo tirou toda a sua atenção. Prestou atenção na explicação dela, abrindo um sorriso ao final, quando ela tocou em seus lábios, sua última frase e a mordida em seu lóbulo fazendo seu corpo inteiro se estremecer. Quando a morena finalmente lhe beijou, uma de suas mãos foi diretamente para os cabelos curtos dela, puxando com certa força, enquanto a outra mão contornava sua cintura, puxando-a com certa possessão, enquanto seus lábios a devoraram com toda a vontade que estava acumulada desde o começo da noite. Assim que o ar faltou, separou-se de forma brusca, jogando-a para seu lado no sofá. - Concentre-se no jogo, senhorita Runcorn, por favor. - Disse com seriedade, limpando o canto de seus lábios com os dedos. Inclinou-se então para frente, para ver qual número tinha sido sorteado. - Sorte de principiante novamente? - Perguntou sarcástica, pegando a carta vermelha número 5. - Parece que irei ganhar um orgamos com alguns… brinquedos. - Virou-se para ela, mostrando a carta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eileen Runcorn

avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Seg Jan 30, 2017 5:18 pm

 Segurava sem delicadeza nos cabelos dela ao beijá-la, sentindo a umidade entre suas pernas evidenciando o quanto a queria. Para pessoas "comuns", um encontro como aquele, com um jogo daquele teor poucas horas após se conhecerem, poderia ser um escândalo, mas não para elas. Yvaine e Eileen poderiam ser completamente diferentes em muitos quesitos, mas claramente aquele não era um deles. Ia beijá-la novamente, quando foi jogada no sofá. Deu um sorriso de escárnio com a mania dela de manter aquela pose, mas o batom borrado denunciava tudo. - Você manda esta noite, Madame Yaxley. - disse num tom debochado e descontraído. Arqueou uma sobrancelha ao ver o conteúdo da carta, mordendo o lábio inferior. - São as regras... - disse sobre ela ser a primeira a pontuar. Levantou-se então, e foi até a frente dela, se ajoelhando. - Mas primeiro... - subiu as mãos pelas coxas dela, arranhando levemente por debaixo do vestido até chegar na calcinha dela. Uma das mãos se enfiou por dentro do fino tecido, sem se importar com a intensidade que tocava sua intimidade ao fazê-lo. E fazia tudo sem tirar os olhos dos dela. Agarrou a parte de baixo do tecido, deixando propositalmente sua mão roçar nela e percebendo o quão molhada já estava, para então puxar a calcinha até poder tirá-la, sem despir dos saltos no processo. - Quero que fique com o vestido, ao menos por esta rodada. - sabia que a mulher deveria ser ainda melhor sem ele, mas não podia negar o quão sexy estava ao usá-lo. Dava-lhe uma impressão de poder e superioridade, e Eileen se aproveitaria disso. Jogou a calcinha longe, e levou os dedos até os lábios, provando o pouco do sabor dela que tocou sua pele. Subiu o vestido apenas o suficiente para não atrapalhar, e então pegou a mão dela. Assim como há pouco fez com a tequila, Eileen chupou os dedos da loira, mas desta vez os levou até a intimidade dela. - Divirta-se enquanto eu busco os brinquedos. - disse antes de se levantar, roubar um beijo rápido e intenso, e ir abrir um grande armário que ficava no início do corredor da casa. Abriu a porta, e ficou alguns instantes escolhendo o que escolheria, até achar um apropriado. Pegou-o e fechou o armário, logo voltando. Parou alguns instantes apenas para admirar a loira daquela maneira, e também para preparar-se. O vibrador em questão eram dois itens para colocar o dedo indicador e médio, um em cada. Tinham uma textura deliciosa, e vibravam de acordo com a vontade de quem usava. Eram como vibradores menores, para usar nos dedos. Lambeu-os e os chupou enquanto voltava a se aproximar da mulher, voltando a se ajoelhar na frente dela. Antes mesmo de fazê-la parar de se tocar abriu um pouco mais suas pernas e continuou a assistir aquela cena tão erótica por alguns instantes. Levou a mão livre até a dela que se tocava, e chupou mais uma vez seus dedos, fechando os olhos ao fazê-lo. Graças ao sabor que sentiu, não resistiu a aproximar o rosto da intimidade dela, e passar a língua por toda a extensão para prová-la diretamente. - É uma pena que não seja esta a carta... - sussurrou ao final, olhando-a nos olhos. Levantou-se, sem perder o olhar dela, e inclinou-se sobre ela, apoiando a mão livre nas costas do sofá. A mão que continha os vibradores foi até a intimidade dela, roçando levemente, enquanto seu olhar estava preso ao dela. Aquela posição dava-lhe certa dominação sobre a loira, e assistir daquele ângulo era extremamente excitante. O vibrador oscilava entre mais intenso até quase nada, da maneira que Eileen queria para provocar Yvaine. Então a penetrou com o indicador, iniciando estocadas leves até inserir o dedo médio, enquanto seu polegar tocava seu clitóris. - Quero ouvir sua voz. - apesar do pedido, seu tom era mais autoritário. Neste momento passou a aumentar a velocidade dos dedos, mas retirando a frequência da vibração. A textura do brinquedo já lhe daria um prazer único, e Eileen pretendia deixar o melhor para o final.

EileenRuncorn
Forget health clinics and gyms. Sex is the best cure.
One good night of sex and your problems are gone.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yvaine Yaxley

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Ter Fev 14, 2017 12:32 am

  Elevou uma de suas sobrancelhas quando a morena se ajoelhou na sua frente, sentindo um delicioso arrepio passar por todo seu corpo quando ela arranhou suas coxas daquela forma, mordendo seu lábio inferior ao sentir a mão tocando sua intimidade diretamente. Observou ela lhe despir da calcinha com atenção, não perdendo nenhum de seus movimentos, seus olhos grudados nelas a todo segundos, pois seria um desperdício de visão se deixasse algum mínimo detalhe escapar. Vê-la chupando os próprios dedos e logo depois chupando os seus, fez o primeiro suspiro escapar de seus lábios. Sem nem ao menos pensar duas vezes, inseriu os dedos que ela havia chupado em seu interior, os curvando assim que chegou ao fundo, tendo certa dificuldade de retribuir ao beijo dela logo em seguida. Era uma pessoa controlada, por isso sabia segurar suas reações, prendendo o lábio inferior entre os dentes para que nenhum gemido escapasse. E assim que ela voltou a se ajoelhar na sua frente, trazendo a peça escolhida, a loira sorriu com pura lascívia, não podendo negar o quanto gostava daquele jogo de provocação entre as duas. Estremeceu de leve quando ela chupou novamente seus dedos, gemendo sem conseguir controlar-se ao sentir a língua em seu vértice. Maldita. Pensou silenciosamente, estreitando os olhos em cima dela. - Encantador como não esconde o quanto quer me provar direto da fonte, não é mesmo? - Provocou, arqueando suas costas ao sentir o vibrador em seu interior, enviando deliciosas sensações para todo seu corpo, fazendo-a fechar os olhos com forças e segurar-se no sofá, tentando se controlar nos primeiros instantes depois da ordem dela em querer ouvir sua voz. E depois que não conseguiu mais segurar-se, gemendo sem qualquer pudor, sentindo todo seu corpo ser tomado pelo delicioso prazer que preenchia cada veia sua que existia. Olhava-a de baixo, encantada pelo tom azul de seus olhos e a pele levemente mais bronzeada do que a sua, com aquele cabelos negros caindo de forma rebelde por seu rosto. Era impossível resistir a visão que tinha, levando uma das mãos para a nuca dela, puxando-a para mais perto, tomando seus lábios em um beijo sedento, enquanto seus quadris se movimentavam em direção ao vibrador dentro de si.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eileen Runcorn

avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Ter Fev 14, 2017 1:34 pm

Percebia o quanto aquela mulher era controlada com o próprio corpo, mas não o suficiente. Quem sabe um dia não explorasse seu controle, só que não naquela noite. - Certas coisas eu não posso negar. - retribuiu a provocação, agora bastante empenhada em dar-lhe prazer. Assisti-la daquele ângulo, tentando tão forte não se render e então perdendo para os gemidos, deixaram-na ainda mais molhada e desejosa por Yvaine. Seus olhos não desgrudavam dos olhos esverdeados da loira, extremamente fascinada com a maneira que seus lábios se curvavam ao gemer. Rendeu-se ao beijo, mordiscando seu lábio inferior sempre que o ar faltava e elas recomeçavam o ato. Com isso, deixou a vibração no objeto aumentar gradativamente, até atingir o nível mais alto. O beijo somente se findou nesse momento, tendo Eileen levando a mão livre até os cabelos de Yvaine e puxando com certa força para separar o beijo, mas mantendo-a bem próxima de si, o suficiente para poder levar os lábios ao seu pescoço, dando primeiro uma mordida forte, para então começar beijos e chupões.

EileenRuncorn
Forget health clinics and gyms. Sex is the best cure.
One good night of sex and your problems are gone.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yvaine Yaxley

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Ter Fev 14, 2017 10:51 pm

  Sentia o corpo se arrepiar cada vez que ela mordiscava seus lábios daquela maneira, fazendo suspiros baixinhos lhe escaparem, seus olhos, quando abertos, fixados nos dela da melhor maneira que podia, querendo ver cada expressão dela o lhe ver daquela forma, entregue. Soltou gemidos ainda mais altos quando a vibração do objeto dentro de si aumentou até o nível máximo, fazendo seu corpo estremecer de uma maneira delicioso. E assim que Eileen levou os lábios para seu pescoço, ela segurou com ainda mais força a nuca dela, puxando-a para mais perto e gritando vez ou outra quando o prazer lhe atingia com mais força. Quando não mais aguentou segurar-se deixou-se levar por um delicioso orgasmo, gritando roucamente e jogando sua cabeça para trás, levemente ofegante.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eileen Runcorn

avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Ter Fev 14, 2017 11:59 pm

 Suas pernas estremeceram quando os gemidos dela ficaram mais altos, tendo que se controlar para se manter nas regras do jogo, ou tiraria a roupa naquele momento mesmo. Mordeu com mais força o pescoço dela quando sentiu-a segurar daquela maneira em sua nuca. Os gritos e gemidos dela arrepiavam sua pele por completo, e ela podia jurar que gozaria apenas de assistir Yvaine daquele jeito. Sentiu as paredes internas dela apertando seus dedos, e os gemidos denunciando o ápice. Foi diminuindo os movimentos, mas mantendo a vibração, demorando-se em tirar os dedos de dentro dela. Somente parou quando deu-se por satisfeita, tirando os dedos dela bem lentamente, parando então de beijar seu pescoço para poder olhá-la. - Você ganhou. - disse com um sarcasmo cheio de malícia, levando os dedos ainda com os vibradores aos lábios. Chupou o dedo do meio, e levou o indicador aos lábios dela, para que ela chupasse. - Eu sei dividir. - piscou um dos olhos, dando uma risada rouca, tirando os vibradores logo em seguida e jogando-os no canto do sofá. Sentou sobre uma de suas pernas enquanto a loira se recuperava, passando um braço por trás de seu pescoço para manter-se perna. Em contraste com os toques fortes de antes, agora entrava com os dedos no cabelo dela, acariciando levemente. Então, estalou os dedos e com isso a roleta voltou a rodar, vendo logo o número 7. - Maldita sorte de principiante. - rolou os olhos, mas sorriu em escárnio. Fez com que a carta flutuasse até si, mordendo o lábio inferior ao ver o que estava escrito. - Toque onde e como ela quiser, usando absinto de alguma maneira. - leu e jogou a carta longe. - Diga-me, Yvaine, o que deseja. Estou às suas ordens. - disse baixo, próxima de seus lábios.

EileenRuncorn
Forget health clinics and gyms. Sex is the best cure.
One good night of sex and your problems are gone.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yvaine Yaxley

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 27/01/2017

MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   Qua Fev 15, 2017 1:03 am

  Quando Eileen manteve os dedos dentro de si, com aquela deliciosa vibração, ela sentiu todo seu corpo estremecer, sensível demais por conta do recente orgasmo. Aquela mulher queria a enlouquecer, pois não havia outra explicação plausível, tudo o que fazia surtia um grande efeito no corpo da loira, sentindo cada pelo do seu corpo se arrepiar. Chupou o dedo colocado em sua boca, sentindo o próprio gosto em seus lábios, revirando os olhos com a fala da morena. - Quanta generosidade. - Disse sarcástica, levando suas duas mãos para as coxas dela assim que sentou-se em uma de suas pernas, apertando com leveza o local onde seus dedos se encontravam. Os suaves carinhos dela em sua nuca e cabelos levavam arrepio para o corpo inteiro da loira. Soltou uma gargalhada alta ao ver um número ímpar ser sorteado novamente. - Diga que é sorte de principiante até se convencer . - Usava-se de bom humor, elevando uma das sobrancelhas com o que a carta dizia, fazendo um enorme sorriso malicioso crescer em seus lábios. - Eu adorei essa carta. - Brincou, subindo as mãos para a cintura dela, aproximando-a mais de seu corpo, como se fosse beijá-la, mas então forçou a morena a se ajoelhar entre suas pernas. - Eu quero sua boca me fodendo, quero sentir o absinto descer dos meus lábios diretos para os seus. - Usava-se de um tom autoritário, levando as mãos para trás do corpo, tirando por si mesma o vestido que usava, junto do sutiã, ficando completamente nua para Eileen.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Um interessante jogo de cartas   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Um interessante jogo de cartas
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Jogo em Grupo
» Movido: COMO EU COLOCO O MEU JOGO ONLINE PELO AMOR DE DEUS!!!
» Quer criar um Jogo Pokemon? Agente facilita é Claro!! Atualizado agora com Battlers, ícones, sons e ainda animações!!
» Como Mudar Fonte Do Jogo
» exemplo de Jogo em Delphi

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Pervs RPG :: Gambling or Strip-
Ir para: